Redes Multiplexadas

Com o aumento das exigências técnicas de funcionamento, a partir do aumento de funcionalidades e unidades de comando, tornou-se inviável a continuidade da utilização dos estados analógicos.


A Multiplexagem consiste numa rede que tem por fim transmitir uma ou mais mensagens por via de um só canal de comunicação, em formato digital.

A transmissão de dados entre unidades comando é feita a partir de código binário (estados de 0 ou 1) que, de acordo com o tipo de comunicação, corresponderá a uma ou mais mensagens que desenvolvem análise e/ou ação por parte das unidades de comando. Ao comunicar em linguagem digital, são transmitidas informações de forma rápida, fácil e viável para uma optimização e melhoria do funcionamento dos sistemas.



Ao longo dos anos têm sido desenvolvidos vários protocolos de comunicação, ora impulsionados pelos grandes construtores do setor, como a Bosch, ora pelos próprios fabricantes de automóveis, que pretendem dotar os seus modelos com equipamento e funcionalidades específicas.


Encontra abaixo os protocolos mais utilizados nos automóveis atuais. Cada um dos protocolos será alvo de análise detalhada em artigos próximos.


CAN-Bus (Controller Area Network) – É a rede mais utilizada pela maioria dos fabricantes de veículos dada à sua rapidez de comunicação, surgiu no mercado em 1987 e até há poucos anos era a comunicação mais rápida no automóvel.



LIN-Bus (Local Interconnect Network) – Também bastante utilizada para comunicações de baixa velocidade e com baixa importância ao nível de prioridade de informação, como por exemplo os sistemas de infotainment ou comunicações privadas entre unidades de comando do mesmo sistema.


VAN-Bus (Vehicle Area Network) – É um protocolo desenvolvido por marcas automóveis francesas. Não teve enorme expansão dado às suas equivalências ao nível da velocidade de comunicação com a CAN-Bus de baixa velocidade.


MOST (Media Oriented Systems Transport) - É também uma rede de muito alta velocidade que tem por base de funcionamento a fibra óptica. Por limitações físicas do sistema, a implementação no automóvel é limitada a aplicações como p.ex. o infotainment.

FlexRay – Surgiu em 2006 com uma velocidade dez vezes superior à da comunicação CAN, com a vantagem de utilizar cabos elétricos para ligação convencionais, tal como no sistema CAN. Assim se permitiu uma vantagem de implementação face à MOST, daí ser preferencialmente utilizada em sistemas Drive by Wire, Cruise Control Adaptativo, etc.



Ethernet – Implementada recentemente nos automóveis, esta tecnologia é proveniente da informática, e permite uma velocidade de transferência de dados 10x superior ao Flexray.


Byteflight – Foi desenvolvido pela BMW, para satisfazer os altos requisitos de velocidade requeridos pelos sistemas de segurança. A sua rede ponto a ponto permite isolar as comunicações entre unidades.


O diagnóstico de uma rede multiplexada pode, por vezes, ser bastante complicado, pelo que é essencial o técnico efetuar uma correta abordagem ao sistema, identificando qual ou quais os protocolos utilizados. Muitas vezes, o recurso a informação técnica é a única forma de determinar protocolos, contudo existem técnicas que os permitem reconhecer através de oscilogramas. Este assunto será tratado em artigos específicos para cada protocolo.

0 visualização
Logotipo Car Academy
autodata_300px.png

Certificações:

0
CONTACTO

  910 121 151         

Horário de Atendimento Presencial e Telefónico:
2ª a 6ª das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

EMAIL

Estrada Manuel Correia Lopes
Parque Empresarial Progresso - Armazém 10 

2785-718 São Domingos de Rana

 

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

© 2020 Grupo J23M Car Academy - Formação e Consultoria, Lda | Todos os direitos reservados.