Redes Multiplexadas

Com o aumento das exigências técnicas de funcionamento, a partir do aumento de funcionalidades e unidades de comando, tornou-se inviável a continuidade da utilização dos estados analógicos.


A Multiplexagem consiste numa rede que tem por fim transmitir uma ou mais mensagens por via de um só canal de comunicação, em formato digital.

A transmissão de dados entre unidades comando é feita a partir de código binário (estados de 0 ou 1) que, de acordo com o tipo de comunicação, corresponderá a uma ou mais mensagens que desenvolvem análise e/ou ação por parte das unidades de comando. Ao comunicar em linguagem digital, são transmitidas informações de forma rápida, fácil e viável para uma optimização e melhoria do funcionamento dos sistemas.



Ao longo dos anos têm sido desenvolvidos vários protocolos de comunicação, ora impulsionados pelos grandes construtores do setor, como a Bosch, ora pelos próprios fabricantes de automóveis, que pretendem dotar os seus modelos com equipamento e funcionalidades específicas.


Encontra abaixo os protocolos mais utilizados nos automóveis atuais. Cada um dos protocolos será alvo de análise detalhada em artigos próximos.


CAN-Bus (Controller Area Network) – É a rede mais utilizada pela maioria dos fabricantes de veículos dada à sua rapidez de comunicação, surgiu no mercado em 1987 e até há poucos anos era a comunicação mais rápida no automóvel.



LIN-Bus (Local Interconnect Network) – Também bastante utilizada para comunicações de baixa velocidade e com baixa importância ao nível de prioridade de informação, como por exemplo os sistemas de infotainment ou comunicações privadas entre unidades de comando do mesmo sistema.


VAN-Bus (Vehicle Area Network) – É um protocolo desenvolvido por marcas automóveis francesas. Não teve enorme expansão dado às suas equivalências ao nível da velocidade de comunicação com a CAN-Bus de baixa velocidade.


MOST (Media Oriented Systems Transport) - É também uma rede de muito alta velocidade que tem por base de funcionamento a fibra óptica. Por limitações físicas do sistema, a implementação no automóvel é limitada a aplicações como p.ex. o infotainment.

FlexRay – Surgiu em 2006 com uma velocidade dez vezes superior à da comunicação CAN, com a vantagem de utilizar cabos elétricos para ligação convencionais, tal como no sistema CAN. Assim se permitiu uma vantagem de implementação face à MOST, daí ser preferencialmente utilizada em sistemas Drive by Wire, Cruise Control Adaptativo, etc.



Ethernet – Implementada recentemente nos automóveis, esta tecnologia é proveniente da informática, e permite uma velocidade de transferência de dados 10x superior ao Flexray.


Byteflight – Foi desenvolvido pela BMW, para satisfazer os altos requisitos de velocidade requeridos pelos sistemas de segurança. A sua rede ponto a ponto permite isolar as comunicações entre unidades.


O diagnóstico de uma rede multiplexada pode, por vezes, ser bastante complicado, pelo que é essencial o técnico efetuar uma correta abordagem ao sistema, identificando qual ou quais os protocolos utilizados. Muitas vezes, o recurso a informação técnica é a única forma de determinar protocolos, contudo existem técnicas que os permitem reconhecer através de oscilogramas. Este assunto será tratado em artigos específicos para cada protocolo.

317 visualizações
Logotipo Car Academy
autodata_300px.png

Certificações:

0
CONTACTO

  910 121 151         

Horário de Atendimento Presencial e Telefónico:
2ª a 6ª das 09h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

EMAIL

Estrada Manuel Correia Lopes
Parque Empresarial Progresso - Armazém 10 

2785-718 São Domingos de Rana

 

  • Facebook Social Icon
  • YouTube Social  Icon
  • Instagram Social Icon

© 2020 Grupo J23M Car Academy - Formação e Consultoria, Lda | Todos os direitos reservados.